terça-feira, 27 de maio de 2008

O segredo do Twitter

Nesse um ano e pouco do uso do Twitter aprendi várias coisas sobre o serviço, um microblog que só aceita 140 caracteres nos posts e tem ampla maioria de usuários aficcionados por tecnologia e gente entre 18 e 25. Abaixo, segue uma pequena lista disso.

- Falsa Futilidade - Pela idade dos usuários, a maioria dos posts é cheia de reclamações, problemas e frustrações. Não acho ruim isso. É justamente esse povo que faz os assuntos ficarem relevantes na web. Enquanto algo está sendo discutido nas panelinhas, tem certo peso. Quando sai para essa galera e eles linkam e comentam, ganha uma força inacreditável. Mas, para esse dilúvio de links existir, as pessoas precisam estar lá... mesmo que só reclamando. Há também perfis corporativos ótimos de se seguir, como Telefónica, Santander, Dell e Sun. Também, há sempre alguém colocando links, coisas e opiniões interessantes.

- Networking Fermentada - O importante no Twitter é seguir e não ser seguido. Qto mais gente vc linka e recebe atualizações pelo widget, pelas ferramentas de outros desenvolvedores, mais você tem oportunidade de aprender algo novo.O podcasteiro e evangelista da Microsoft, Robert Scoble, explica isso no post "The secret to Twitter"

- Uso adaptável - O mais importante segredo do Twitter é apropriar-se dele e não deixá-lo ser algo simples como "O que estou fazendo agora?" Eu o uso como um plantão de notícias no meu blog e uma janela para a conciência coletiva da web. Gosto, também, de conversar com meus amigos virtuais e de entrar na conversa de outros para conhecer mais sobre outros assuntos ou colocar o que penso a respeito. E como fiz isso? Não usei nada de novo. Só me inscrevi e coloquei o widget aí do lado. O pulo do gato é que eu já tinha esse plano em mente e fiz minha networking baseada nisso. Basta ter uma idéia. A TV Cultura já teve.

- Telepatia coletiva - Não sou crítico da função primordial do Twitter que é o "O que estou fazendo agora?" Isso é muito importante, mas só tem valor no cumulativo. Se eu vejo um twitteiro colocando que está feliz com seu novo notebook, aparentemente isso não tem nada a ver. Mas, se ele coloca, por várias semanas, que continua feliz com isso... eis aí um curioso jeito de expor opinião sobre o produto e o comportamento de consumo. E qdo alguém manda um bom link sobre Cibercultura, ótimo. Mas, quando manda vários... eu sei que essa pessoa pode trocar idéias e experiências sobre o assunto num futuro. Clive Thompson coloca isso de maneira brilhante na Wired, no artigo"How Twitter Creates a Social Sixth Sense." É um pouco como os widgets do Facebook, mas sem widgets. Se vc sabe o gosto de seus amigos, fica mais fácil interagir com eles sem ressentimentos. É... quem é decano em fóruns, IRC, sabe disso... não é novo... só é no momento certo.

- Multicanal de Comunicação - Um dos movimentos recentes que mais me tem chamado a atenção no blog de tirinhas é a autofragmentação de perfis. Por exemplo, a Dell e o site de relacionamento Peabirus não têm somente uma conta no Twitter. Têm várias. Na fabricante de computadores isso vai desde um perfil para pequenas empresas até um fórum regional de parceiros. Há muitos funcionários da empresa que utilizam o apelido fulanoDell para se identificarem e criar uma rede própria autoreconhecida. O Peabirus tem desde classificados até um noticiário para LAN houses.

- Bobagens Matadoras - Há um perfil no Twitter que é simplesmente o seguinte, vc pode jogar dados ou cara/coroa online. Essa é a última curiosidade que segui por lá. Outro, mais antigo, me traz frases de gente famosa. Outro me permite mandar lembretes sobre compromissos importantes para mim. Outro traz a programação da TV. Tem ainda para divulgar desaparecimento de crianças. Não é uma besteira, como parece. Todos eles mostram que a plataforma é aberta para experimentações e é um ótimo canal de entretenimento leve. Isso tudo poderia estar espalhado em sites por aí, mas se juntaram no Twitter. Não é só conhecimento no links e nos amigos. Livre para crescer dessa forma, impossível imaginar onde o desenvolvimento em cima disso vai parar.

Há problemas no Twitter? Publicar postagemSim, o maior é a instabilidade do serviço. Paus são comuns. O segundo maior é que as operadoras de telefonia brasileiras não o adotaram. Só se consegue unir ele ao celular com SMS internacional (Oops! tem o http://sms.blog.br/ indicado aí nos comentários pelo Diego Goes). Mas, esse post é sobre seus segredos e não sobre seus problemas.

4 comentários:

Ale -Lain disse...

Parabéns pelo post super claro de análise do bloguinho. bjs

Gilberto Pavoni Junior disse...

e não é q foi só elogiar o bicho q ele travou fio hoje na hora do almoço?

Instabilidade mata, já diziam os pilotos de aeronaves acidentadas.

Edu disse...

Cara, a maioria das pessoas critica mas está lá. Não quero ser chato, mas o que enche o saco é aquele povo que fica narrando qualquer merda do dia, "vou dar uma cagadinha", "o papel acabou", "limpei com o dedo", "agora vou tomar um café e adoçar com a merda"... isso é foda. Mas acho que tem muita coisa boa, compartilhamento de links, enquetes relâmpagos, troca de informações, enfim, vale a pena usar sim.

Diego Goes disse...

Gilberto,
muito bom o texto. Parabéns! Mas existe um site que você pode se cadastrar e mandar tweets pelo celular com preço de torpedo local. http://sms.blog.br/

Abraços!

Marcadores em Destaque

 
Template design by Amanda @ Blogger Buster