domingo, 30 de novembro de 2008

O futuro das mídias sociais

Em 1999, o instituto de pesquisas Gartner soltou um documento no qual anunciava o fim dos negócios eletrônicos. "The End of E-Business", escrito por Alex Drobik, causou polêmica na época. Todos estavam ainda entusiasmados com suas pontocoms cheias de dinheiro e idéias. A bolha não tinha estourado.

No documento, entre uma e outra previsão sobre o desastre que cairia sobre as pontocom, Drobik dizia:

"Entre 2006 e 2008, as empresas terão integrado a Internet dentro de seus processos e o e-business estará totalmente acoplado em todas as atividades".

Ou seja, o tal fim que ele declarava no título do artigo era uma espécie de fim metafórico. Mas, não deixava de ser um fim, já que ao não mais se diferenciar do que se chama negócio, o e-negócio na realidade desaparecia.

Usando as próprias ferramentas do Gartner, dá para entender isso. Veja o Hype Cycle.


As tecnologias são lançadas e logo em seguida surge um pico de expectativas em cima delas. É quando elas podem tudo: informar, divertir, derrubar governos, fazer capuccino, lavar, passar, ninar o filho chorão da vizinha, etc. Após isso, vem uma enorme depressão: "puxa, pra que serve essa coisa afinal?". Então, chega-se a fase do amadurecimento, onde ela está perfeitamente adaptada.

Nessa fase última e mais estável, a tecnologia foi absorvida pelo mainstream. No caso do e-business, o que se vê hoje é que não existe outra forma de fazer negócio que não seja "e-" em algum momento. Varejo, fábricas, mídia, gráficas, cinema... tudo é e-business em algum momento.

Agora, vejamos o que aguarda as redes sociais e o que vem a ser o tal "fim dos blogs".

1 comentários:

Fabio Cipriani disse...

Salve Pavoni,

Em abril/2006 eu publiquei um link para o Hype Cycle das tecnologias emergentes de 2005 (tb da Gartner)

http://www.serendipidade.com/2006/04/19/leituras_que_valem_a_pena_16/

O fato é que ali se dizia que o blog corporativo iria alcançar o 'mainstream' em 1 ano. Hoje, nesse recente Hype Cycle o blog (talvez não o corporativo) subiu para 2,5 anos, mas ao menos o grau de maturidade parece bater.

Enquanto não desenvolvermos telepatia ou qualquer outro tipo de comunicação 'transcendental' qualquer ferramenta de bate-papo vai valer. O blog ainda é a melhor forma de se expressar decentemente.

Marcadores em Destaque

 
Template design by Amanda @ Blogger Buster