segunda-feira, 17 de março de 2008

China e Tibete também brigam nos blogs

Os conflitos nacionalistas entre China e Tibete estão desmascarados em blogs de ambos os lados. Assim como nas ruas, a briga online é pra valer. Cada qual defende seu ponto-de-vista e seu modo de vida como o certo. O que se nota claramente nos posts é que há rancor em cada oponente e, por mais que a China tenha tamanho, os tibetanos estão dispostos a lutar pelos seus princípios. No outro canto, uma parte blogueira da população chinesa quer gritar ao mundo que não há só monges pacíficos nas ruas.

A China costuma controlar rigidamente sua mídia e não está sendo diferente nesse caso. Não entendo chinês, mas os comentários na imprensa, principalmente a britânica, é que as notícias saem a conta-gotas. Dá pra notar isso no Xinhua, que é em inglês. Enquanto isso, os jornais do mundo todo fazem aquela cobertura com a fleuma washingtonpostiana do distanciamento crítico e com manuais de redação embaixo do braço.

Já os blogs... bom, os blogs descem a lenha. Cada um defende o seu, lógico.... e a comunicação vai esquentando na mesma temperatura dos enfrentamentos. Chineses defendendo a China, tibetanos defendendo o Tibete.

Felizes dos humanos desse século que ganharam essa condição de poder explorar o noticiário assim. Cru. Sem filtros.

A Internet fez essa maravilha. Não existem os poucos canais de antes que levavam ao controle estrito. Com a amplitude de possibilidades de mídia, a liberdade de expressão prevalece. Concordemos ou não com qualquer dos lados, ele está lá... tagarela com posts rápidos e panfletário com suas fotos de celulares. Cada pedra atirada na rua tem seu post correspondente na Internet.

Experimente. Um pouco de Technorati para pegar pegar informações relevantes ... uma pesquisinha básica no Google e, pronto! Está aí sua Edição Extra provando que celular e o blog são ferramentas primordiais do novo repórter-cidadão das ruas do mundo.

Então, passeie pela Web. Veja as visões dos conflitos. O Students For a Free Tibet tem atualizações constantes. Já o Kadfly está na frente de batalha, escrevendo e clicando. O outro lado da história está claro no YH's Blog, seu autor defende a ação do exército e diz que as forças estão fazendo o possível para manter a paz. Nesse blog há fotos com comentários em inglês sobre esse ponto-de-vista.

Essa é a realidade agora por lá. É um conflito. É natural que voem petardos -- em praça pública e na comunicação (principalmente se o meio é de domínio livre).

Navegue e informe-se.

É algo que nós brasileiros estamos aquém de entender. Brigas desse tipo não fazem parte da nossa atualidade. E, mesmo as que estão nos nossos livros de história parecem mais um "basta" ao Império e à monarquia do que uma cisão entre culturas diferentes.

Lá, o negócio é feio. China e Tibete vão dar muito trabalho aos seus diplomatas, mesmo se o conflito cessar rápido.
--------------
Este post foi minha contribuição para a Blogagem Inédita, uma iniciativa que eu não concordo muito, mas tem a ver com o amadurecimento dos blogs brasileiros. Muitos blogs já fazem isso e a chamada à ação é redundante. Um blog como simples canal de disseminação, como se fossem apenas bancas de jornais, tb é essencial. De qq forma, como escrevi, é típico do momento.

1 comentários:

Xico Lopes disse...

Gilberto,

Concordo plenamente com a sua visão da importância de blogs que disseminam a informação.

A web é um espaço livre e imenso, há espaço para tudo e para todos. Claro que temos coisas boas e ruins, mas isto, apesar de ser um meio virtual, faz parte da vida real, e a vida é assim mesmo, gostemos ou não.

Disseminar a informação a um custo "quase zero" em um país como o nosso, com a maioria da população tão carente, é até mesmo prestar um serviço de utilidade pública.

Abraços,

Xico Lopes

Marcadores em Destaque

 
Template design by Amanda @ Blogger Buster