segunda-feira, 23 de julho de 2007

Robôs: acostume-se a eles

O que seria mais legal do que escrever sobre robôs em plena onda Transformer? Ah... na verdade um monte de coisas seriam mais interessantes, mas faz tempo que quero chamar a atenção para os robôs. Eles estão virando comuns nos noticiários... como gente de verdade.

Estão Aqui..
..............ali... acolá...
..........................mais adiante...
..........um pouco pro lado...
..............................e.... olha outro lá!

tem sempre um robô virando notícia.

OVERDOSE de robôs?!?!!?
.... talvez.

Ou simples jornalismo novidadesco em busca de bons títulos e imagens de impacto.

No meio de tanto blá-blá-blá tem uma tendência concreta. Eles serão comuns no futuro. Encare-os como humanização das plataformas tecnológicas, uma estética humana para algo cheio de circuitos, fios, LEDs e softwares.

Dá pra notar pelos links aí em cima q as pesquisas caminham em algumas direções básicas:

- robôs serão eletrodomésticos
- robôs serão pets
- robôs serão terapia
- robôs serão agentes de segurança local ou nacional

- .... trabalhador eles já são.

Mas, apesar de tanta notícia eu acho tudo ainda muito primário. Tirando a estética, não há muita evolução nos robôs de hoje e os de 20 anos. Para mim, os ideais de desenvolvimento devem ser: o robô do Perdidos no Espaço (perigo! perigo!), o Bender (Futurama), a Rosie (Jetsons!) e o AstroBoy

qq coisa fora disso, por mais que a Fujitsu mostre seus avanços, é tamagoshi evoluído.... ou a sci-fi dos bots alienígenas Transformers.

1 comentários:

Ale Carvalho disse...

eu acho o Bender muito bacana. Mas eu queria mesmo era uma Rose. Bem, mas será que eles resistiriam a um mundo sem humanos? http://www2.uol.com.br/sciam/reportagens/uma_terra_sem_humanos.html

Marcadores em Destaque

 
Template design by Amanda @ Blogger Buster