quinta-feira, 27 de outubro de 2005

Eu tinha de perguntar...


O Orkut pode ser um canal de contato com clientes?

Fiz essa pergunta em um painel sobre atendimento aos clientes, na Futurecom, com representantes de algumas das principais empresas do Brasil. No meio das explanações dos executivos acessei a rede wireless do evento para saber sobre as comunidades de ódio. ? Eu Odeio a Telefônica? tem 12 mil membros. ? Eu Odeio a Telemig Celular? tem 176, ? Eu Odeio o Bradesco? tem 1.053
Comentei sobre esses números.
- Vcs fariam alguma ação para esses clientes insatisfeitos?
Devo ter perguntado alguma coisa em Yiddish... ficou todo mundo me olhando....
O tempo do painel acabou sem q todos falassem. Só o diretor de marketing da Avaya, Marcos Barcelos, veio me dizer q 'o canal pode ser interessante, temos contato com ele todo dia e não nos damos conta dessa importância'. O diretor de qualidade da Telefônica, Ivan Sartori, disse que ia olhar o Orkut com cuidado, mas acredita que é melhor as empresas grandes como a tele se concentrar em melhorarias macro, como processos e cultura, do que em ações individuais como as mensagens no Orkut.

4 comentários:

Ale Carvalho (Lain) disse...

ações individuais que se somam e formam uma comunidade, que serve de fonte pra uma matéria de jornal, que vai ser lido por sei-lá-quantos leitores? ... ainda é ação individual sem importância? Ou não entendi?

Gilberto Pavoni Junior disse...

vc entendeu.... eles ainda não.

.akemi. disse...

há, se eles soubessem o quanto aquela telinha azul pode f*der uma vida...

aqueles 12 mil são vistos, lidos e tomados como referência e verdade pelo mundo inteiro [é meu bem, a internet é poderosa no melhor estilo draggg]

e ó: são 12 mil e um, contando comigo ;)

Edu disse...

Na buena Giba, todo mundo sabe que os caras não dão a mínima para essas comunidades. Outro dia vi uma notícia gringa, sobre a Dell lá de fora. O estardalhaço que a comunidade estava fazendo no Orkut acabou forçando a empresa a trabalhar, comunicar e entender esses consumidores insatisfeitos. Até chegarmos nesse estágio no Brasil, ainda vai levar um bom tempo!

Marcadores em Destaque

 
Template design by Amanda @ Blogger Buster